Data: 28/10/2016

Estudo mostra que o consumo de óleo de coco realmente leva à diminuição da cintura



Antes de mais nada, vamos desmistificar o seguinte: a gordura saturada do óleo de coco não engorda nem faz mal para o coração.

Na verdade, trata-se de um dos óleos mais saudáveis que podemos consumir.

Agora vamos lá!

Você sabia que a gordura abdominal, que tanto preocupa as pessoas, pode estar relacionada com questões além da estética?

Isso mesmo!

Quando estamos com alguns quilinhos a mais, é sinal de que também podemos ter gordura nos órgãos internos do corpo.

Esse problema pode causar diabetes do tipo 2 ou doenças cardíacas.

E o que o óleo de coco tem a ver com isso?

Simples: ele é excelente para reduzir a cintura.

Um estudo realizado durante 12 semanas, publicado na revista americana Lipids, mostrou que 20 mulheres se submeteram a uma suplementação de duas colheres (sopa) de óleo de coco e outras 20 consumiram duas colheres (sopa) de óleo de soja.

Os dois grupos seguiram uma dieta de baixa caloria, além de caminharem 50 minutos diariamente.

Veja o resultado:

O grupo de óleo de coco apresentou:

• Aumento do bom colesterol

• Queda do mau colesterol

• Redução da circunferência abdominal e da obesidade.

O grupo do óleo de soja apresentou:

• Aumento do colesterol total

• Aumento do mau colesterol

• Queda do bom colesterol

• Não houve redução da circunferência abdominal e obesidade





Os especialistas concluíram que o óleo de coco não provoca alteração do colesterol, nem gordura no sangue, além de ser supereficiente na redução da gordura.

Isso acontece porque ele é rico em triglicerídeos de cadeia média (TCM), diferente dos óleos vegetais como o de soja e da banha de porco, que tem triglicerídeos de cadeia longa.

Qual é a vantagem disso?

Entenda:

- Por ser pequeno, o TCM penetra nas células com mais facilidade

- Para quem tem problemas digestivos ou distúrbios metabólicos, o TCM é ótimo, pois é de fácil digestão

- O TCM quando chega ao fígado é convertido em energia em vez de gordura

- O TCM estimula o metabolismo do corpo, ajudando na perda de peso

Por outro lado, os triglicerídeos de cadeia longa (TCLs):

- dificultam o metabolismo difícil

- causam maior sobrecarga nos pâncreas, fígado e em todo sistema digestivo

- Aumentam as chances de inflamação nos vasos sanguíneos

- Tornam-se gordura em nosso corpo

Há diversos estudos mostrando os benefícios do TCM para emagrecer, prevenir o diabetes e melhorar a saúde como um todo.

Portanto, os TCMs, dos quais o óleo de coco é rica fonte, devem ser considerados agentes que ajudam na prevenção da obesidade e um potente estimulador de perda de peso.


Via: Cura pela Natureza


Deixe seu comentário